Bom dia, Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017

Notícia

Metalúrgicos de Brusque văo ŕ Brasília contra as reformas trabalhista e da Previdęncia

Diretores do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque (Sintimmmeb) embarcaram nesta segunda-feira, 22 de maio, rumo à Brasília, capital federal, para integrar uma grande mobilização do movimento sindical contra as reformas trabalhista e da previdência - a marcha da classe trabalhadora.

Centrais Sindicais de todas as frentes, sindicatos e movimentos sociais e estudantis de todas as regiões do Brasil participarão no ato, que ocorrerá no dia 24 de maio, na Esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso Nacional e do Palácio do Planalto, gabinete do predidente da república.  

O objetivo é pressionar os deputados e senadores contra a aprovação das alterações na legislação trabalhista, que dificultará e sucateará as relações de trabalho, ao desproteger os trabalhadores, elevando a jornada regular de trabalho, arrochando salários e enfraquecendo as garantias do emprego. Além da reforma da Previdência, pretendida pelo Governo, que impedirá que milhões de brasileiros acessem o benefício ao elevar, em muito, a idade mínima à aposentadoria e diminuindo, ainda mais, o já insuficiente valor do benefício.

“Não é de hoje que denunciamos as distorções de dados que o Governo tem feito para convencer a população de que as reformas são necessárias. Mas não podemos nos deixar enganar. A Previdência não é deficitária, ao contrário. E a reforma trabalhista não vai gerar mais empregos. Todas essas alterações, retirada de direitos, busca beneficiar única e exclusivamente interesses privados, de grandes corporações empresariais, à custa do suor e do trabalho dos brasileiros. E não permitiremos esses absurdos”, comentou o vice-presidente do Sintimmmeb, Eduardo de Souza.

Denúncias de corrupção reforçam luta

As recentes denúncias apresentadas pelo Ministério Público, por meio de delações de empresários do ramo alimentício, e das recentes operações divulgadas pela mídia da Polícia Federal contra políticos de grande escalão, entre eles o presidente Michel Temer, reforçam a luta e a marcha da classe trabalhadora em Brasília. Além da manutenção dos direitos trabalhistas, já garantidos pela CLT (Consolidação das Lei do Trabalho) e a defesa das aposentadorias, o movimento sindical reivindicará a convocação de eleições diretas.

“É inadmissível a classe política que temos hoje no poder estar afundada em tanta corrupção, esquemas fraudulentos, propinas e por aí vai. Coincidentemente, nesta semana, os metalúrgicos de Brusque completam 50 anos. Porém, sem muito que comemorar diante das ameaças aos direitos básicos dos trabalhadores. Mas sabemos que a nossa história sempre foi e sempre será de luta. Por isso, uniremos força em Brasília para reivindicar um país mais justo, mais honesto, que proteja e não lese os brasileiros, como temos visto. Já lutamos pelas diretas na década de 80 e chegou a hora irmos pra rua novamente e exigimos: Diretas já”, disse o presidente do Sintimmmeb, José Isaías Vechi. 

Rua João Bauer, n° 75 | Centro | Caixa Postal 310 | Fone (47) 3251-5900 | E-mail: sintimeb@terra.com.br

CEP: 88350-101 | Brusque | SC


Copyright 2017 - Todos os direitos reservados a SINTIMMMEB.