Bom dia, Domingo, 22 de Outubro de 2017

Notícia

Metalúrgicos de Brusque rejeitam proposta de reajuste salarial, mas mantém benefícios sociais

O trabalhadores e trabalhadores metalúrgicos de Brusque votaram neste domingo, 4 de junho, em assembleia, o documento da Convenção Coletiva de Trabalho 2017/2018 da categoria. A reunião ocorreu no auditório da sede administrativa do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Brusque (Sintimmmeb).

O item discutido foi o de percentual de aumento salarial para o ano. No dia 21 de maio, os trabalhadores haviam rejeitado o reajuste de 4% sugerido pelos empresários da categoria. Foi realizada uma nova rodada de negociações. Porém, o sindicato patronal argumentou que a crise financeira inviabilizaria percentual de aumento maior. Em contrapartida, durante a reunião deste domingo, os trabalhadores argumentaram que o aumento proposto pelos patrões não repõe as perdas reais inflacionárias do ano.

Os trabalhadores, então, decidiram, por meio de votação, rejeitar novamente o percentual de 4%, mas manter os benefícios sociais já acordados e autorizaram o sindicato a buscar para os  meses seguintes um reajuste mais coerente com as perdas salariais. O índice percentual é baseado no INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor, que mede a inflação nos últimos 12 meses – no valor de 3,99% e teto de R$ 306,46 para os trabalhadores com salário superior a R$ 7.700,00.

Entre o que já estava acordado nas reuniões anteriores está continuidade do prêmio assiduidade, que ficou em R$ 270, pago sempre em fevereiro e em julho, totalizando R$ 540,00. Pelo texto, o piso da classe passará de R$ 1.250,00 para R$1.330,00. Foi aprovada também a manutenção do plano de saúde dos trabalhadores, a Sintimmmeb Saúde, a estabilidade para mães por 90 dias após a licença maternidade regular prevista na lei de 6 meses, entre outros.

Houve uma alteração no cálculo do adicional noturno. Hoje, a lei determina que sejam pagos de adicional 20%. Os metalúrgicos têm acordado 25%, que passará a ser de 24%, para os trabalhadores da ativa, com mais 1% incorporado ao salário, totalizando 25%. Para os contratados a partir de 1º de maio de 2017, o adicional noturno passará a ser de 24%. Além disso, a classe segue como a única categoria dos metalúrgicos no Brasil que tem jornada regular de 43,5 horas semanais.

Rua João Bauer, n° 75 | Centro | Caixa Postal 310 | Fone (47) 3251-5900 | E-mail: sintimeb@terra.com.br

CEP: 88350-101 | Brusque | SC


Copyright 2017 - Todos os direitos reservados a SINTIMMMEB.